Original: Crítica Nacional

O projeto de reforma trabalhista que irá extinguir o flagelo do chamado imposto sindical, que todo ano sequestra parte dos rendimentos dos assalariados para alimentar os aparelhos das máfias sindicais controlados pelos comunistas. A obstrução física foi feita por meio da ocupação, à força, da mesa do senado por parte das senadoras comunistas.

Um dos momentos desse ato de violência e de intimidação foi registrado na imagem acima, que por si só resume simbolicamente o desprezo e a leviandade com que comunistas e socialistas tratam as instituições de estado republicanas. Instituições estas que, mesmo tendo sido suficientemente corrompidas e aparelhadas por esses mesmos comunistas ao ponto de perderem a credibilidade e a legitimidade junto à maioria da população, ainda são objeto de ações de vandalismo físico ou simbólico que evidenciam o ideal de destruição da mentalidade revolucionária.

A ação de vandalismo e de intimidação por parte das senadoras comunistas foi descrita miseravelmente por quase toda grande imprensa como teatrinho ou traquinagem por parte de uma suposta bancada da chupeta. Uma descrição que mostra a estupidez e a ignorância política da imensa maioria dos jornalistas brasileiros, como mostramos no artigo Não É Bancada Da Chupeta: São Comunistas Mostrando Seus Métodos, publicado ontem.

Paulo Martins

A ação delinquente das senadoras comunistas não surtiu o efeito esperado: depois de retomados os trabalhos, o projeto de reforma trabalhista, originado na Câmara dos Deputados por iniciativa do deputado Paulo Eduardo Martins, foi aprovado por 50 votos a favor e 26 contra. A aprovação representou uma vitória para os brasileiros que trabalham, seja como empreendedores ou como empregados, que ficarão assim libertados da obrigação de sustentar máfias de delinquentes e comunistas que controlam os aparelhos sindicais.

A votação representou também uma vitória política inequívoca para o governo, uma vez que militantes das redações disfarçados de analistas políticos, principalmente nos veículos de imprensa das Organizações Globo e do blog O Antagonista, entre outros, já vinham dizendo há várias semanas que as reformas estavam sepultadas, assim como o governo. Mas o que parece estar em vias de sepultamento é a tentativa golpista das esquerdas e destes veículos a serviço de grupos monopolistas aliados ao petismo.

Os Comunistas & As Instituições Republicanas Brasileiras Em Uma Única ImagemO precedente aberto por esse ato de violência e intimidação da bancada comunista no Senado não pode ficar sem resposta. Cabe agora ao Senado, se ainda lhe restar alguma dignidade e pretensão de recuperar alguma legitimidade junto à população, abrir processos de cassação por quebra de decoro contra as senadoras comunistas que, em nome da causa revolucionária, protagonizaram esse episódio de delinquência institucional.

VIACrítica Nacional
FONTEPaulo Eneas
COMPARTILHE